sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Um Milhão de Pedacinhos




Os leitores do Fala Livros que forem entusiastas da cultura estadiunidense certamente já são familiarizados com Oprah Winfrey. Se você não a conhece, saiba que é uma das apresentadoras de televisão mais famosas do mundo e, atualmente, dona de seu próprio canal. A indicação deste post foi elevado à categoria de best seller graças a essa showoman: o autor disse que era sua autobiografia, quando foi por ela entrevistado em rede nacional. Com a publicidade, as vendas dispararam e só depois descobriu-se que, na verdade, ele havia apropriado-se do drama de um amigo e piorado os fatos. Ou seja: é uma obra de ficção, um romance.

De qualquer modo, a história tem seu mérito. A linguagem usada não é excelente, tampouco as passagens do livro são memoráveis, ao contrário, são repetitivas. Só isso já torna a leitura cansativa. Mesmo assim, se objetivo era apenas emocionar e entreter, está atingido.

O protagonista é um sujeito envolto no crime, que narra sua vida enquanto dependente químico. Ao seu lado, há uma jovem, também usuária. Embora ela seja mais fraca do que ele, os dois estão completamente degradados e derrotados enquanto seres humanos, curvados diante das drogas. Não conseguem largá-las, não importando o quanto percam. Isso realmente me pôs pra pensar. Precisei digerir esse enredo, sabendo que são muitos os que vivem dramas semelhantes.

A reabilitação é o caminho para os personagens, mas só um é capaz de curar-se. Não me importa se o relato é totalmente verídico, se são fatos aumentados ou coisa assim. A verdade é que existem muitas pessoas que passam por experiências análogas, muitas vezes sozinhas e sem condições e isso é triste e difícil. Alguns conseguem se libertar, tornando-se,para mim, exemplos de força de vontade.

Recentemente, assisti a um filme cuja temática é quase idêntica: Requeim para um Sonho. É um soco no estômago e desaconselho que seja visto por pessoas sensíveis, embora seja uma obra boa.


Nome: Um Milhão de Pedacinhos
Autor:James Frey

Editora: Objetiva

Ano:2008

Comente usando o seu perfil no Facebook!

Nenhum comentário:

Postar um comentário