segunda-feira, 16 de maio de 2011

O Retrato de Dorian Gray



Até onde estamos dispostos a ir em busca da beleza e da juventude eterna? "O Retrato de Dorian Gray", com a belíssima narrativa do gênio Oscar Wilde, expõe essa questão de uma maneira intrigante e desafiadora, ainda mais se levarmos em conta que o livro foi escrito em plena Era Vitoriana (final do século XIX).

O livro se passa entre a aristocracia inglesa, onde Dorian Gray encanta a todos com os seus belos traços. Junto dele, Lorde Harry, um homem de meia-idade e inteligência fora do comum, bem como a sua tendência para elaborar teorias sociais que coravam as senhoras e chocavam os senhores. Completa o trio Basil Hallward, um pintor de prestígio que faz do retrato do protagonista a sua obra-prima.

E é a partir da pintura que se desenvolve o drama. Imortalizando a perfeição nos traços de um homem, Dorian percebe, embora provocado por Lorde Harry, que a cada instante distanciar-se-á de seu retrato, tornando-se, então, igual aos outros. Começa, então, a busca pela beleza eterna - a qualquer preço.

Oscar Wilde não fez apenas um dos mais belos romances da história da literatura. Com uma história original, desafiou a moral da época e, obviamente, não foi bem recebido. Questionado, declarou que "pensamento e linguagem são, para o artista, o instrumento de sua arte. Vício e virtude são para o artista materiais de sua arte". Assim, declarou que "O Retrato de Dorian Gray" era moralmente perfeito.

Ou como disse o próprio Lorde Harry: "Quanto a ser envenenado por um livro, é qualquer coisa de impossível. A Arte não tem influência sobre a ação. (...). Os livros que o mundo considera imorais são os que mostram a própria vergonha dele."

Autor: Oscar Wilde

O livro está em domínio público, existem dezenas de versões nos mais diferentes formatos e tamanhos. Só tenha o cuidado de comprar uma que tenha o texto na íntegra. A minha tem 258 páginas e é da Editora Nova Cultural. Ganhei em um sorteio em uma peça que eu fui. Chatíssima, por sinal.

Comente usando o seu perfil no Facebook!

Nenhum comentário:

Postar um comentário