quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

A Queda



A Queda é o segundo capítulo da Trilogia da Escuridão, de Guillermo Del Toro e Chuck Hogan (iniciada com Noturno, lembra?). 

O que esperar? 
Vampiros, evidentemente. Hordas de vampiros. Caçadores de vampiros. Vampiros caçadores de vampiros. Um inverno nuclear. E ainda estamos apenas atravessando a metade da história...

Os autores encontram espaço para incluir novos e interessantes personagens, ao mesmo tempo em que conseguem desenvolver e dar maior profundidade a velhos conhecidos. Flashbacks cortam a história, mostrando o passado de Setrakian, velho inimigo dos sugadores de sangue, e explicando muito de sua cruzada.
A narrativa é cinematográfica e, se em algum momento do passado, apoiou-se perigosamente em clichês, Del Toro e Hogan conseguem evitar esta armadilha (a maior parte do tempo), neste segundo volume. A batalha contra o mal deixou de ser secreta, ganhou as ruas, tornou-se mundial - uma luta desesperada da humanidade, que ainda não se deu conta de que a guerra já terminou, e foram derrotados.

É uma história pulp, divertida e rápida. O grande mérito da Trilogia da Escuridão é fugir da mesmice que envolve os onipresentes vampiros, na atualidade. Você não vai encontrar um deles angustiado, apaixonado, enfrentando outros de sua espécie para defender algum amor mortal. Eles não ficam ao sol. Eles, definitivamente, não são bons. Eles não vão à escola - a não ser para um lanchinho (aliás, crianças envolvem uma das passagens mais assustadoras da história).


Enfim, A Queda representa entretenimento, simples. E, não me surpreenderia nada ver a trilogia de Del Toro e Hogan transpondo mídias, em algum momento futuro - rumo às telas.


Editora: Rocco
Autores: Guillermo Del Toro & Chuck Hogan
Ano: 2010
Páginas: 349

Comente usando o seu perfil no Facebook!

Nenhum comentário:

Postar um comentário