domingo, 7 de novembro de 2010

A Estrada da Noite



Romance de estréia de Joe Hill, A Estrada da Noite parte de uma idéia bem simples, desenvolvida de forma competente.
O rock star Judas Coyne, cansado da vida de excessos - os populares sexo, drogas e a própria música - vive recluso em sua casa de fazenda, isolado de tudo e todos. Um de seus hobbies é uma coleção de objetos macabros: esboços enviados da cadeia, por um assassino condenado, a confissão de uma bruxa - que a levou à fogueira -, um laço utilizado num enforcamento, uma fita snuff (com cenas reais de assassinato). Assim, quando surge uma oportunidade imperdível, Coyne não pensa duas vezes: o leilão de um fantasma, na internet. Com um lance insuperável, ele adquire o paletó do morto, supostamente assombrado. Dias depois, a encomenda é entregue em sua casa, numa caixa em formato de coração (daí o título do livro, no original, Heart-Shaped Box) e passa a fazer parte da coleção de Coyne.
Em pouco tempo, porém, ele percebe que não se trata apenas de mais uma curiosidade. A presença do fantasma é real, e não chegou até Coyne por pura coincidência. Mais ainda: a ameaça imposta por Craddock - o fantasma - é crescente, e Judas precisa agir rápido, para salvar sua vida da vingança do fantasma.

Em alguns momentos, Hill vai direto ao ponto, ao invés de criar uma atmosfera que poderia direcionar o romance mais para um suspense, mas sem comprometer em nada o desenvolvimento da história. A atmosfera de terror é construída corretamente, bem como a sensação claustrofóbica causada pelo fantasma onipresente.
Joe Hill prova que provocar pesadelos e seguir pela Estrada da Noite pode ser uma tradição em sua família...

Editora: Sextante
Autor: Joe Hill
Ano: 2007
Páginas: 317


Comente usando o seu perfil no Facebook!

Nenhum comentário:

Postar um comentário