quinta-feira, 9 de setembro de 2010

O Rei do Inverno - As Crônicas de Artur Vol. 1



Bernard Cornwell conta sua versão da lenda de Artur - uma versão que, para mim, é a definitiva. Narrado do ponto de vista de Derfel Cadarn, um de seus guerreiros (e não cavaleiros), O Rei do Inverno é o ponto de partida das Crônicas de Artur (sem o "H" no nome), uma trilogia que retrata o lendário mito da literatura universal da forma mais realista possível.
Na saga de Cornwell, Artur nunca foi rei, mas um filho bastardo do Pendragon da Britânia. Sua luta é para manter o reino contra os invasores saxões, assegurando-o para seu meio-irmão, Mordred, filho legítimo do rei. Personagens lendários são revistos, como nunca antes - Merlin, Guinevere, Morgana e uma versão surpreendente de Lancelot, que todos vão adorar odiar. Uma história apaixonante, verossímil, contada por um homem corajoso e leal, cuja trajetória vai de escravo a comandante guerreiro.
Combates épicos, narrados com precisão que farão qualquer um sentir-se numa parede de escudos, intrigas de poder, homens honrados (e outros nem tanto), a ascenção do Cristianismo opondo-se à antiga religião - a "magia" druida de Merlin, amores impossíveis... Todos os ingredientes de uma excelente história, à altura da lenda de um dos maiores heróis literários.

A grandiosa história contada por Derfel tem sequência em O Inimigo de Deus e final em Excalibur, em breve aqui no Fala Livros.

Editora: Record
Autor: Bernard Cornwell
Ano: 2001
Páginas: 544

Comente usando o seu perfil no Facebook!

2 comentários:

  1. Mordred, o herdeiro, é neto de Uther, não filho. Tá certo que o nome do filho dele também é Mordred, mas ele morre antes de começar o primeiro livro, o que, na verdade, é o único motivo da história em si.

    ResponderExcluir
  2. verdade, grato por corrigir a confusão.

    ResponderExcluir